Fall Out 3

Fallout 3

Bom galera, vamos dar uma pincelada no RPG pós-apocaliptico. Fallout 3 é a continuação da história dos “Fallouts”, que se passa 35 anos após o fim do segundo. Jogo de RPG de mundo livre, que suas ações vão interferir no desenvolvimento da história, Fallout 3, desenvolvido pela companhia de jogos de video games e computador Bethesda Softworks, foi lançado em 28 de outubro (coincidência ou não, no mesmo dia em que ocorreu o evento mais importante do universo Fallout, o armagedom de 2077) de 2008, para PC, Xbox 360 e PlayStation 3.

O Jogo se passa na cidade de Washington D.C. em 2277, num mundo pós holocausto nuclear, totalmente devastado pela guerra entre Estados Unidos e a China, que todos chamam de Wasteland. O jogo começa com o nascimento do protagosnista, ou melhor, você, bem ao estilo Pokemon de ser. Começa escolhendo seu sexo, o seu pai fala que estava pensando num nome para voce, logo depois te dá a opção de digitar o nome, enfim identico a Pokemon, mas por causa de alguma complicação sua mãe acaba morrendo no parto e pula para uma parte mais avançada da infância.

Você vive 3 partes da sua infancia até crescer noVault 101, mas não pense que é atoa e chato, todas elas te ensinam como jogar o jogo, escolher seus atributos e skills que vão permanecer durante o jogo inteiro. Durante sua infância toda você foi ensinado que o Vault 101 é um lugar seguro para nunca sair do subsolo do Vault e ir para a superfície, porque a superfície é perigosa, tudo é radiotivo e só existe homens e criaturas violentas que apenas queriam te roubar e te matar. Quando você está adulto, você descobre que seu pai saiu do Vault e o Overseer, o “governador”, do Vault 101, quer saber por quê ele fugiu e não aceita que as pessoas saiam, por isso ele vai investigar com a força policial local, e acabam interrogando e matando Jonas, um amigo do seu pai, pensando que ele poderia estar envolvido em algo e agora está atrás de você. Então você tem que fugir rápido de lá. Sua amiga Amata, filha do Overseer, vai te ajudar enrolando o pai. Você pode fazer e mudar várias coisas com as decições que vai tomando durante esta missão, por exemplo, matar ou não o Overseer, mas lembrando todas suas decições ruim ou não durante esse jogo pode influenciar mais tarde. Logo depois que você consegue escapar, você se depara com um mundo em ruinas, tudo destruído, poucas contruções em pé e tudo radioativo de alimentos à armas. Com esse contexto você está livre para fazer o que quiser, sua missão agora é achar o seu pai e saber por que ele fugiu? O que está acontecendo? Como seu mundo que estava ótimo foi virado de cabeça para baixo?

O jogo de obriga praticamente a ser um lixeiro, porque você precisa catar coisas aleatórias, para poder sobreviver vendendo ou guardando para montar tralhas de diversas utilidades, podendo até fazer armas caseiras que normalmente têm até mais efeitos do que as armas normais. O cenário do jogo de Washington devastado é muito legal de se explorar achando todos lugares secretos e construções e monumentos.

Uma vantagem deste jogo é a possibilidade de especializações do seu personagem, podendo ser de um incendiário a um ninja, de um médico a um cientista maluco. Dependendo muito de sua epecialização você pode modificar muito sua jogabilidade.

O Ponto mais alto do jogo, para mim, são as rádios, durante a infância do personagem ele recebe um aparelho que fica no braço esquerdo o tempo todo, que tem muitas utilidades, falando nível de radiação, status, mapas, inventário e rádio. Nesse mundo pos apocaliptico o mais importante é a comunicação, as pessoas têm que se cominucar de algum jeito para se recontruir. Existem 2 estações de rádio principais a Enclave e a GNR. Na Enclave Radio o locutor é John Henry Eden, teoricamente o presidente dos Estados Unidos, que se auto elegeu durante essa época do holocausto, nessa rádio tocam músicas patriotas americanas, sempre passando uma mensagem positiva de há esperança e está tudo sobre controle. A Galaxy News Radio (GNR) cuja locução é feita por Three Dog essa rádio é dividida em 3 parte entre Notícias da Wasteland, Conselhos de sobrevivência, e Músicas pós guerra, bem estilo retro. Na GNR há um lema bem diferente da Enclave, como diz o próprio Three Dog: “Trazendo a verdade, não importa o quanto ela machuque”. O legal da GNR é que eles vão noticiando seus atos na Wasteland sendo bons ou maus. Sendo até reconhecido pelas pessoas por causa da rádio.

Antes das notas curtam um vídeo do game:

Notas do Jogo:

Jogabilidade: 6.0

Se destaca por alguns motivos de muitas variedades, mas tem muitos bugs icomodos, durante a ação principalemente.

Gráficos: 7.0

São muito bons os ambiente do jogo, mas peca na textura de alguns personagens e quando os inimigos são mortos não presisavam se despedaçar inteiros.

Sons: 9.5

Trilha sonora excelente principalemente por causa das rádios os efeitos são bem feitos também junto com som de explosões muito bem realizados.

Enredo: 6.0

Envolvente, mas depois de um tempo começa a ficar chata e previsivel demais.

Fator Replay: 9.5

É bom jogar de novo para tentar seguir a outra linha de karma e levar a história para outro lado.

Total: 7.6

Jogo muito bom, vale jogar, pois tem muitas vantagens em ver referências sócio-políticas entre outros easter-eggs.