Top 5.2- Chefes marcantes

Seja por sua música de final, seja pela perspectiva, seja por ser um exemplo para nós, eles conseguiram a sua marca. Conheça pelo menos algum deles:

5- The Grinning Colossus (You Have to Burn the Rope)


Collossus

O chefe, além de ser o jogo inteiro, é um grande bloco preto com olhos e boca que fica atirando bolas pretas e não pode ser morto pelos machados que você lança contra ele. Mas, ele está aqui por duas razões: a primeira é que para matá-lo você precisa soltar um lustre em cima dele e a segunda razão é a música do final, que toca após derrotá-lo, que fala sobre o fato de que você se tornou um herói por ter derrotado o chefe, o quanto você é incrível por ter feito isso, o quanto você vai ficar entediado por ter terminado o jogo e que logo depois disso você vai dar F5 na página somente para jogá-lo outra vez.

4- Gary (Pokémon Red, Blue, Green, Yellow, etc)


Gary Carvalho
Gary, além de ser o rival do protagonista, marca porque ele é um verdadeiro pesadelo para quem jogou (ou joga) Pokémon: ele sempre pega o Pokémon que é mais forte que o seu, sempre aparece nas horas mais inoportunas para batalhar contra você (sempre com o level maior que o seu) e ele nunca admite a derrota ao dizer, arrogantemente, que a derrota foi causada apenas por um “golpe de sorte”, causando um sentimento de extremo ódio nos jogadores de Pokémon.

3- Dr. Wily (Série Mega Man)


Dr. Wily

Dr. Wily marcou a infância de muita gente de vários modos, bons ou ruins, mas ele marca não só como um vilão nostálgico que usa o mesmo esquema tático de dominação mundial somente para ser derrotado por um robô azul e pedir perdão em seguida. Ele marca como um exemplo de persistência e teimosia: ele sempre tenta derrotar o Mega Man com o mesmo esquema e quando ele é derrotado, ele não desiste, se levanta e continua com o seu esquema de dominar o mundo, mesmo que isso dure mais de 10 jogos. Como diz a sabedoria popular: “Ele não é brasileiro, mas não desiste nunca”.

2- O 5º Colosso (Shadow of the Colossus)


Quinto Collosi

O jogo já marca por ter boss battles épicas contra seres gigantes (e por ter apenas boss battles), mas, o 5º Colosso marca por ser o primeiro Colosso cujas condições de luta sejam bem contrastantes: o terreno está alagado, sobrando alguns locais para botar os pés; ele é um Colosso que vive no ar e você só tem em mãos uma espada brilhante, um arco com flechas infinitas e sua inteligência, fazendo com que você tenha que queimar seus neurônios até a exaustão para bolar um plano para derrotá-lo. E a sensação que você tem quando consegue montar nele é incrível devido aos efeitos de vento e de câmera que o jogo lhe mostra. Incrível e épico.
1- Sephiroth (Final Fantasy VII e DISSIDIA)


Sephiroth
O chefe final do jogo mais overhyped e com maior número de fanboys (e de lendas provavelmente) é um ser que conseguiu marcar permanentemente os games porque ele, além de ter feito muitos gamers chorarem lágrimas de sangue por ter matado a Aeris e, assim, ter criado uma das maiores lendas dos ideogames; ter se tornado um referência eterna do nome Final Fantasy, seja no nome ou na música-tema, ter se tornado mais famoso que o protagonista emo Cloud (ele é emo sim!), ele se tornou um símbolo afetivo para garotas (gamers ou não-gamers) e fanboys, ele se tornou uma referência eterna para até qualquer um que não seja gamer, conseguindo uma marca permanente na história dos games.
CURIOSIDADE: Em DISSIDIA, para a alegria, das garotas e dos fanboys, Sephiroth possui uma roupa alternativa comprável na loja do jogo na qual ele fica sem camisa.

E é isso.

FIM

Ou não…