Um dos meus passatempos favoritos é com certeza arte. Horas e horas navegando entre os já famosos sites Deviantart, ImagineFX e CGScociety. E foi há  uns 8 anos atrás, assim que me cadastrei em um deles para compartilhar meu trabalho, que encontrei essa artista a qual me apaixonei pela cor em suas pinturas sua forma de juntar fantasia a realidade e a simplicidade e carinho que tratava seus fãs. Com isso hoje trago para vocês, Marta Dahlig e a série sete pecados, cheia de conceitos, simbolismos e claro arte digital.

Marta Dahlig

imagesMarta nasceu na Polônia em 1985.  Estudou arte mas foi na pintura digital que encontrou sua paixão. Apesar de tudo, seu modo de pintura e desenho ainda remete a um certo renascentismo devido ao hiperrealismo de suas peças. Conhecida como “blackeri” na rede social de artistas (Deviantart) desde 2003, foi um dos poucos artistas reconhecidos pelo site devido ao estilo único de suas peças. Simpática e sempre pronta a receber feedback, tornou-se uma fonte de inspiração para quem chegava ao site, muito diferente de outros artistas (que não recebia bem críticas ou se quer respondiam comentários).
Trabalha como freelancer mas tem se dedicado bastante a revista Imagine FX, uma das mais renomadas na área. Já teve peças expostas na Exposé, uma coleção de artistas de grande influência que sai pela editora Ballistic (http://www.ballisticpublishing.com/)

A sua série Seven Sins (Sete Pecados) sempre aparece entre as melhores de todo Deviantart. Foi concebida em 3 anos e meio e inspirada segundo a artista por Alfonse Mucha, grande nome da Arte Noveau. Acompanhe abaixo a série e o que Marta tem a dizer sobre suas inspirações e trabalho em cima desta série.

The_Seven_Deadly_Sins__VANITY_by_blackeri Vaidade
Ou se preferir: Pride – Mãe de todos os pecados.
Primeira de toda a série 7 Pecados

“A vaidade é uma crença excessiva na própria capacidade de uma pessoa, que interfere com o reconhecimento do indivíduo da graça de Deus. Foi chamado o pecado do qual todos os outros surgem.”

O simbolismo por trás é  muito óbvio, mas vou explicar algumas coisas que me inspirou

– Pavões lembram-me de vaidade e luxo,  portanto, eu usei uma pena de pavão como uma inspiração para o “quadro”.
– Você pode ver o fundo um deserto com uma árvore morta … Pessoas vaidosas geralmente nunca vêem qualquer beleza no mundo, mas apenas em si mesmos … É por isso que tudo à sua volta, mais cedo ou mais tarde, morre – e é isso que eu tentei retratar.
Cerca de 60 horas ou mais, como algumas partes foram um inferno para terminar
The_Seven_Deadly_Sins__WRATH_by_blackeri
Ira

“Ira -.. Sentimentos inapropriados de ódio e raiva (…) A impaciência com a lei, ou em busca de vingança fora da justiça”

simbolismo:
Cores vermelho, laranja e preto me fazem lembrar de fogo -> destruição
Raios (na moldura e fundo) – algo destrutivo, rápido, incontrolável
O penteado – mais uma referência ao fogo
O make-up – uma referência a marcas de batalha (você sabe, como pintura de rosto, etc)
As penas – (Eu tentei fazê-los parecer “afiado” em vez de suave e macio), para mim, nesta forma que descobrir uma semelhança com tribos -> Wrath visto como algo selvagem e primitivo.
O chicote ela está segurando – um símbolo de poder
A terra destruída – a Ira influência o mundo

Dados técnico:
– Estou ciente de que o estilo e a técnica é muito mais simples do que o que eu tenho apresentado em meus trabalhos mais recentes, mas eu tinha que manter o estilo consistente em toda a série. Então, sim, eu sei que não teria pintado cada ruga ou dos poros da pele, etc mas não acho que tenha estragado a série por simplicidade
– Me inspirei em Art nouveau  (Alphonse Mucha); muitas referências usadas, mas nada copiado.
– Cerca de 30 horas passadas no painter

The_Seven_Deadly_Sins_GLUTTONY_by_blackeriGula

A gula é um desejo desordenado de consumir mais do que o que se exige.

“Por que não desenhar qualquer coisa nojenta? Bem, eu queria provar a mim mesma que pode manter a “idéia” original de um glutão, ao fazer o personagem mantendo uma estética: bonita e (em sua forma) atraente. Eu queria provar o moderno padrão de que ser magro até o osso está errado e por isso o contraste ;)”

Algumas explicações simbólicas:
Abundância de têxteis – Eu trato esse pecado não só como comer e beber, mas consumindo em que é sentido mais amplo, como a compra e coleta etc coisas inúteis
Uvas – “luxo” de mercadorias, ligados a partidos pródigos (nos tempos antigos) etc
O tema de cor-de-rosa – me lembra de uvas, doces etc 🙂

The_Seven_Deadly_Sins__SLOTH_by_blackeriPreguiça

“A preguiça é a evasão de trabalho físico ou espiritual”

Ela está sentada em um balanço e soprando bolhas: é um símbolo de desperdiçar seu tempo com coisas insignificantes; ociosidade.
Está situada acima do solo, no céu: símbolo da separação da Terra e tarefas mundanas (como trabalho etc)
Penas: para mim eles simbolizam algo sonolento e preguiçoso
Cor: azul claro para mim também é uma cor de sonolência e preguiça
Feito no Corel Painter em aprox. 60 horas.

The_Seven_Deadly_Sins__AVARICE_by_blackeriAvareza

“Ganância, também chamado de avareza ou cobiça, é o desejo de riqueza material ou ganho, ignorando a esfera do espiritual”

Não precisa de muita explicação do dourado mas a presença negra é como a de que um dia eles já tiveram tudo, e foram retirado pelo homem branco.

The_Seven_Deadly_Sins__LUST_by_blackeriLuxúria

“A luxúria é um desejo desordenado de prazeres do corpo.”

Eu vejo Luxúria concentrada em si mesmo, sendo “afogado em seu próprio mundo” como  uma espécie de auto afirmação, em vez de sedução. A pose reflete alguém sem sentimentos reais de amor ou carinho pelo próximo.

_Seven_Deadly_Sins__ENVY__by_blackeriInveja

“A inveja é o desejo de traços dos outros, status, habilidades, ou
situação “

Pessoalmente acho que a inveja significa muito mais do que apenas um desejo de ter algo de
alguém. Para mim, isso significa também agir contra essa pessoa,”vingar” de uma forma, tentando tirar o “objeto de nosso desejo” longe dele
É por isso que considero inveja o pecado “mais pesado” de todos os sete.

Aproximadamente 60 horas no Painter.

O que mais me chama atenção em Marta é a forma como ela compartilha seu conhecimento tanto em seu blog que pode ser visitado em http://dahlig.blogspot.com.br/ como colaboradora da revista Imagine FX. Ela está menos atuante no seu deviantart após casar mas tem lindos trabalhos e valem uma visita. http://dahlig.deviantart.com/gallery/