Para trinta e cinco garotas, a “Seleção” é a chance de uma vida. Num futuro em que os Estados Unidos deram lugar ao Estado Americano da China, e mais recentemente a Illéa, um país jovem com uma sociedade dividida em castas, a competição que reúne moças entre dezesseis e vinte anos de todas as partes para decidir quem se casará com o príncipe é a oportunidade de escapar de uma realidade imposta à elas ainda no berço. É a chance de ser alçada de um mundo de possibilidades reduzidas para um mundo de vestidos deslumbrantes e joias valiosas. De morar em um palácio, conquistar o coração do belo príncipe Maxon e um dia ser a rainha.

a-selecao capa

Para America Singer, no entanto, uma artista da casta Cinco, estar entre as Selecionadas é um pesadelo. Significa deixar para trás Aspen, o rapaz que realmente ama e que está uma casta abaixo dela. Significa abandonar sua família e seu lar para entrar em uma disputa ferrenha por uma coroa que ela não quer. E viver em um palácio sob a ameaça constante de ataques rebeldes.
Então America conhece pessoalmente o príncipe. Bondoso, educado, engraçado e muito, muito charmoso, Maxon não é nada do que se poderia esperar. Eles formam uma aliança, e, aos poucos, America começa a refletir sobre tudo o que tinha planejado para si mesma — e percebe que a vida com que sempre sonhou talvez não seja nada comparada ao futuro que ela nunca tinha ousado imaginar.

O livro A seleção está enquadrado como uma distopia, então você começa a leitura esperando algo que lembre Jogos Vorazes ou outra distopia que está em alta. Mas eu me deparei com uma história diferente, o primeiro livro da saga, vai nos apresentar aos personagens e como o mundo no futuro se tornou.

kiera cass

Kiera Cass

Vamos a história em si. America é uma moça ruiva, que pertence a casta 5 (as classes sociais são divididas e castas e isso define seu futuro profissional e monetário), significa que ela e a sua família trabalham como artistas, eles sabem tocar zilhões de instrumentos, cantar, atuar, pintar entre outras facetas do artistas. Além de tudo a América tem personalidade forte, e bote personalidade, ela diferente das outras garotas, não vê graça nessa história de ser escolhida para ser a futura princesa de Illéa, mas ela se preocupa com a situação financeira da família e vê a seleção como uma forma de ajuda-los e melhorar a qualidade de vida.

Mas o coração de America já está ocupado:  Aspen, jovem da casta 6, que trabalha duro para sustentar sua mãe e um número considerável de irmãos. um futuro ao lado do seu amado, implica que América irá mudar de casta, ao se casar você muda para a casta do seu marido, assim isso torna o futuro do casal mais difícil ainda.

a seleção contoPressionada pela sua mãe e pensando na possibilidade de conseguir algum dinheiro para garantir seu futuro América se inscreve no concurso, mas com um único pensamento: nem sou tão bonita nem tão atraente, posso simplesmente participar pelo dinheiro. Essa tal seleção, é a tradição de quando o rei tem filhos homens, os príncipes casam com uma moça do povo. Através de um reality show, 35 meninas são selecionadas de todos os distritos do país e de todas as castas.

Radiante por saber que Aspen falou bem dela para sua família, América vai para o processo de seleção e termina passando pela primeira etapa. É chegado o momento de conhecer as outras 34 meninas, de castas maiores, tão botinas, andar pela primeira vez de avião, conhecer o palácio, e finalmente o príncipe Maxon.

a-selecao-livro2

Ao se encontrar sozinha com o príncipe Maxon, America se depara com um garoto inesperadamente interessante, e assim surge um pacto que se torna uma grande e forte amizade, abalando todos os sentimentos de America. O príncipe Maxon, não só por ser um príncipe, mas pelo seu jeito é muito fofo. Rapais de atitude e que sabe o que falar, para derreter o coração de uma garota.

Um parte “obscura” da história, é sobre o passado do país, o porque de esconderem tanto e não querer que os jovens leiam livros sobre. Como também o porque da existência dos dois grupos de rebeldes. Essa parte é que eu acho que vai começar a ser desenrolada a distopia em sí.

É um livro gostoso de ler, li rapidinho, e você fica com gostinho de quero mais.

Booktrailer

 

O livro vai se tornar uma série (weeeee), que está em processo de produção pela CW http://www.imdb.com/title/tt2663632/?ref_=sr_2

Como também o segundo livro, A Elite, vi ser lançado dia 23 de abril, lançamento simultâneo com os EUA, e que já está com pré-venda http://www.submarino.com.br/produto/113119454/livro-a-elite-trilogia-a-selecao .

E melhor ainda, existe o livro: O Príncipe, versão do primeiro livro, mas que se passa na visão do principe Maxon, que a editora Seguinte disponibilizou para download.

 

Resenha feita por Lumena Duda