E cá estou eu, novamente, com um livro peculiar da Leya. O interesse nesse título veio com a leitura da sinopse: Rose é uma menina aparentemente comum, mas tudo muda no seu aniversário de 9 anos quando ela, ao provar o bolo de aniversário que sua mãe fez, consegue sentir a tristeza que sua mãe esconde. A partir disso, ela nunca mais deixou de sentir o sabor das pessoas.

Lendo a sinopse eu pensei o quanto devia ser difícil passar da infância para adolescência com esse dom. Daí a vontade de ler a obra da Aimee Bender, uma autora estadunidense que é conhecida pelos seus enredos e personagens surreais. Outras obras dela são: The Girl in the Flammeble Skirt (1998), An Invisible Sign of My Own (2001), Willful Creatures (2005) e The Third Elevator (2009), não achei nenhuma indicação de que tenham sido lançados em português.

Aimee Bender e seu livro

Aimee Bender e seu livro

Não sei se vocês perceberam, mas em 6 meses a Leya lançou dois títulos peculiares (vide a resenha d’O orfanato da senhorita Peregrine para crianças peculiares). Não sei se isso forçou uma relação na minha cabeça, ou se há mesmo uma semelhança para além da palavra chave presente no título. Acontece que com o decorrer da leitura, você pensa “bem que a Rose poderia ser uma dessas crianças peculiares” e ao final do livro uma informação lançada corrobora demais com essa ideia.

Capa americana

Capa americana

Bem, Rose é uma criança que descobre um dom muito nova. Ela não tem maturidade para lidar com isso, e a autora conseguiu explorar bem isso. Imagine ter telepatia e ler a mente das pessoas o tempo todo, como a Sookie de True Blood… é o inferno na Terra. Agora imagine comer a comida da sua mãe e descobrir tudo o que ela sente. Ela sorri e te abraça, você pensa que ela tá bem, mas por dentro ela é triste, insegura e precisa de atenção. Como lidar com tanta informação (tão íntima) com apenas 9 anos?!

É angustiante acompanhar a vida de Rose, porque a mãe tem esse segredo, o irmão mais velho é um esquisitão que só brinca com ela se ganhar um livro de ciências novo (e não digo que é esquisito por gostar de ciências, mas ele é muito introspectivo e rejeita mesmo a irmã), e o pai praticamente ausente, já que trabalha demais e pouco conversa com os filhos.

Então é sozinha que Rose tem que enfrentar esse mundo novo. Ela não pode parar de comer, e cada garfada da comida da mãe é um sacrifício sem tamanho. Depois de um ataque de nervos em que queria tirar a própria boca, Rose percebe que isso não é possível e que vai ter que achar um modo de sobreviver. Assim, ela começa a adorar as máquinas de salgadinhos e as fábricas automatizadas de comida. Mas além de sentir as emoções das pessoas que preparam a comida, ela começa a (re)conhecer de que lugares vem os ingredientes, a emoção de quem colheu a espinafre de alguma fazenda específica.

Capa inglesa

Capa inglesa

Alguns aspectos dos livros me remeteram a outras mídias, como o anime Yumeiro Pâtissière, que conta a história da Ichigo Amano, 13 anos, que é bastante desastrada que vai a uma exposição de bolos e ao experimentar alguns reconhece um sabor familiar. Indo até o pâtissièr (pasteleiro) que fez o bolo, ele reconhece que ela tem um talento: paladar aguçado. E aí é bem próximo mesmo da Rose, já que Ichigo consegue saber de onde vem a manteiga, do que a vaca que deu o leite se alimentava… bem assim. E as semelhanças não param aí, já que ambas passam a aprender a cozinhar, apesar de que o anime retrata a vida escolar numa escola de pastelaria e no livro de Bender, Rose só vai se dedicar à cozinha no final, o que me deixou um pouco desgostosa.

E agora espero que me ajudem. A sinopse do livro me lembrou muito um filme que tudo que a menina sentia enquanto cozinhava, passava para as pessoas que comiam. Só que eu não consigo me lembrar do nome do filme. Alguém lembra?

 

Enfim, recomendo a leitura de A peculiar tristeza guardada num bolo de limão sim. Particularmente esperava mais do final, mas o mistério envolvendo o Joe foi revelado e pelo menos isso me satifez. No mais, é um bom livro, a leitura é fluida e um bom entretenimento.

a-peculiar-tristeza-415x620

Ficha Técnica:

Título: A peculiar tristeza guardada num bolo de limão

Autora: Aimee Bender

Páginas: 304

ISBN: 9788580445152

1.ª edição: 2013-05-01