De um tempo para cá, muito se fala sobre esse tal de bitcoin. Para quem não conhece, trata-se de um tipo de moeda diferente (embora alguns economistas digam que ele não pode ser uma moeda , pois existem algumas diferenças), que antes era muito utilizada pelo mercado negro e ninguém a levava a sério. Começou a chamar a atenção depois de seu valor multiplicar muitas vezes nesses últimos meses, gerando dúvidas de como isso pode ter acontecido, então venho por meio desse artigo esclarecer as dúvidas mais frequentes sobre essa novidade.

De onde surgiu?

Um programador que responde pelo apelido de Satoshi Nakamoto, implementou o conceito de moeda baseado em criptografia. Como isso funciona é algo um pouco complexo, mas basicamente a origem dos bitcoins vem da atividade que nomearam de “mineração”, que consiste em usar um computador para encontrar bitcoins que ainda não foram gerados e essa mineração não vai durar para sempre, tendo um limite.bitcoin

Quais as vantagens do bitcoin em comparação com outras moedas?

– Não é inflacionada pelo estado – Um dos maiores problemas das moedas normais é que o governo inflaciona ela para pagar seus próprios gastos. Veja o problema do Brasil, por exemplo, que gasta milhões na construção de estádios até não ter mais dinheiro, mas como eles são o governo, eles imprimem mais papel-moeda para pagar as suas dividas. Com mais dinheiro no mercado, a grana que já está em circulação, perde valor. Nada disso acontece com o Bitcoin, pois ele é totalmente descentralizado, sendo que ninguém, isso inclui governos, instituições e o próprio indivíduo que criou a moeda pode emitir mais bitcoins, sendo que eles só podem ser originados do processo de mineração que tem um fim. Depois que terminar o período de extração de bitcoins, nem sequer um mísero bitcoin vai ser lançado no mercado.

– Anonimato – Em tempos que a privacidade das pessoas não é respeitada nem por governos, fazer transações financeiras, sem relevar a sua identidade ou a origem daquele dinheiro, é uma grande vantagem. Por isso que sonegadores de impostos e criminosos querem muito que essa moeda pegue, assim como o “mercado cinza”, já que dessa forma o governo não terá ideia que você está gastando rios de dinheiro em compras da China e Paraguai.

Quais as desvantagens?

– O algoritmo de criptografia da moeda pode ser quebrado – Quando se fala em quebra de criptografia, muita gente responde dizendo duraria milhões de anos para um computador realizar essa tarefa. Isso é realmente verdade se usarem a força bruta, isto é, testarem todas as combinações possíveis de chaves, mas se descobrirem uma falha de segurança no algoritmo, fazendo com que pessoas possam gerar chaves falsas, o bitcoin do dia para a noite não valerá mais nada. Quando argumento sobre isso com pessoas que defendem a moeda, eles apenas me falam que outro algoritmo pode ser gerado e todo processo começado do zero, porém quem perdeu dinheiro vai ficar no prejuízo. Quando se falsifica uma moeda normal, o máximo que vai acontecer no contexto geral é inflacionar um pouco a economia. De qualquer forma, o algoritmo do bitcoin foi aprovado por vários analistas de segurança como sendo algo realmente confiável e quase impossível de falsificar., sendo nesse aspecto muito melhor que uma moeda normal, entretanto quem conseguir vai ficar milionário do dia para noite, por isso interesse em burlar o bitcoin muita gente tem e pode ter certeza que um bocado de pessoas está trabalhando nisso nesse exato momento.

– Irrastreável para o mau – Você foi roubado? Só lamento, pois você nunca vai saber onde os seus bitcoins foram parar.

Conclusão

Por não ser controlado por um estado, o bitcoin é uma moeda livre, valendo o que as pessoas acharem que ela vale. Acredito que uma bolha está se formando depois que o mercado resolveu aceitar a moeda e não é uma boa hora para comprar bitcoins. mas assim que estabilizar, acho que vai ser amplamente aceita caso não consigam quebrar a criptografia dela.