Bom dia, tarde ou noite passageiros! Halloween aí e está na hora de retirar aquela sua fantasia e se misturar aos monstros; afinal, nessa data, segundo lendas, qualquer um a sua volta pode não ser exatamente humano e nesse caso é melhor se misturar. Em uma matéria passada, nossa querida Capitã Gisa citou os seus 10 filmes de Halloween para você não passar essa noite sozinho, assim como contou a história em torno dessa data comemorativa. Então,como a parte histórica já foi feita, vamos para a parte cinemática: as minhas indicações para você passar bem acompanhando esse Halloween (ou ver acompanhado).

Confira aqui: http://www.putzilla.net.br/ptz/top-top-filmes-para-halloween/

10. Abracadabra (1993)

Impossível citar essa data sem citar bruxas, e nesse filme estamos bem acompanhados das bruxas mais inspiradas nos “Três Patetas” de que se tem notícia. Dirigido e roteirizado por Harry Cleven, esse conto fala sobre três bruxas que foram presas por uma maldição e, após serem libertas por um jovem garoto, têm até a meia-noite para concluir seu ritual, ou então, já sabe né…isso mesmo, retornar para a maldição. Apesar do tom infantil e bonachão, esse filme tem todo o clima e elementos usados no Halloween, desde o zumbi escravo de bruxas até o clima de Halloween americano com crianças (e até adultos) se divertindo pelas ruas, sem saber do grande risco que correm. Não gosta do clima horror? Então essa é a pedida. Renderá boas risadas e ótimo clima de filme sessão da tarde.


 

09.Boo (2005)

 

Também conhecido como O Hospital Maldito (mas me recuso a reconhecê-lo por esse nome), Boo tem a proposta clássica de jovens se metendo onde não devem: um lugar abandonado em plena noite de Dia das Bruxas. Escrito e dirigido por Anthony C. Ferrante, Boo tem uma simples ideia, que o próprio nome já diz: assustar seu elenco com um simples efeito sonoro, o famoso “boo”. Para isso, os jovens se embrenham em desbravar um velho hospital, mas o que eles não sabiam é que muitos espíritos não gostam de visita, em especial nesta data. Um fato curioso sobre esse filme, é que seu estilo fui usado recentemente, de forma muito semelhante, na serie Supernatural, no episódio S03E13 – Ghostfacers.


 

08.O Ataque dos Vermes Malditos (1990)

 

Como deixar de lado esses queridos que me assustaram na infância, me fazendo ter medo de ir buscar um copo d’água enquanto rolava o filme na TV? Estrelado por Kevin Bacon e Fred Ward, em uma caçada com as formas mais geniosas a essas minhocas crescidas chamadas de Greboides, que parecem vir de lugar nenhum e matar tudo que esteja em contato com o solo, localizando-as pelas vibrações dele. Com muitas mortes deselegantes e muitos minutos sobre alguma elevação de pedra ou casa,Ron Underwood deu vida a essas criaturas que seriam conhecidas por muito tempo pelos fãs das tardes do cinema em casa.


 

07.A Chave Mestra (2005)

 

Entrando no clima sério de Halloween – e na parte real, dizem alguns –, Chave Mestra coloca o espectador em contato com o voodoo africano, mas em especial com o jogo psicológico que fará qualquer um ser derrubado de sua segurança, como fez com Os Outros e Sexto Sentido. Responsável por cuidar de um idoso, a personagem Caroline Ellis será colocada nas lendas que envolvem o povo africano e suas proteções, pois sua vida fica em jogo quando ela resolve se envolver demais nos casos da família Devereaux e descobrir o passado da casa, que a família tenta esconder, tendo a chave mestra da residência em mãos. Alguns lugares nunca deveriam ser abertos, mas, como todo curioso, Caroline não resiste, e cai nas tramas do roteiro de EhrenKruger. Os espectadores verão tudo que se passa pelos olhos do Diretor IainSoftley. Ótimo filme de suspense sem cenas gore, apenas a tensão de quem se coloca na pele dos personagens.


 

06.A Noite dos Mortos Vivos (1990)

 

Em uma noite de Halloween, quando os mortos caminham entre os vivos, é difícil não colocar os oficiais de Jorge Romero. Apesar de essa ser a refilmagem de Tom Savini, gosto mais dele do que da versão original, por um simples ponto:Tony Todd, nosso amado candyman, dando voadoras nos zumbis… Sim, isso mesmo que você leu, Tony Todd fez algo que nenhum personagem fez em nenhuma série/filme/livro de zumbis: uma lendária voadora em um dos mortos vivos, melhor cena trash na história do cinema. E como isso começa, ninguém sabe. Em um dia qualquer, enquanto vai visitar sua mãe no cemitério,Barbara se vê cercada por várias criaturas que deveriam estar deitadas quietas em seu caixão, e depois é perseguida e sutilmente protegida por Tony “Ben” Todd com um jipe atropelando tudo que tem na frente… Me desculpemos fãs de Walking Dead, mas Tony Todd é o matador foda de zumbis!


 

05.The Rocky Horror Picture Show (1975)

 

Ai ai, e chegamos a nosso querido filme que inclui tudo que você pode imaginar que deva fazer parte desta data comemorativa em um belo musical; sim, isso mesmo: um musical. Horror Picture Show está no livro dos recordes como a peça mais reprisada na história, contando o triste destino do transexual mais fodástico da história: Dr. Frank N.Furter (que me causou choque ao saber que era o ator Tim Curry; sim, ele mesmo). Essa versão de TV, escrita e dirigida por Tim Sharman, conta a história de Brad e Janett que, ao irem visitar um doutor amigo de Brad para contar sobre o noivado de ambos, acabam parando no castelo nefasto (e purpurinado) do Dr. Frank N.Furter…e ai só vendo, porque o filme é um sarro a parte! Não apenas isso, como tem as musicas mais grudentas da história do cinema. Recomendo fortemente, tanto pela ideia quando pelas citações de filmes e séries da época, que são feitas abertamente durante o filme todo.



 

04.Psicose (1960)

 

Mas se você acha que um castelo aterrorizante está fora de questão, que tal dar uma paradinha no Motel Bates, após roubar um banco com milhares, e ser encontrado morto no banheiro, na clássica cena da faca no chuveiro e com a esplêndida música de Bernard Herrmann? Muitos acusarão Norman Bates, já que ele mora sozinho na casa com sua mãe doente, mas digo a vocês que essa história me cheira muito mal e só o diretor Alfred Hitchcock pode te revelar o verdadeiro assassino desta que é considerada a história do primeiro serial killer a aparecer nos cinemas. Então,Sr., posso apresentar o seu quarto?



 

03.Pânico (1996)

 

Ok, então você está cansado dos filmes de terror contados até agora e resolveu conversar sobre eles, mas acabou caindo em uma conspiração, tem um verdadeiro assassino no seu encalço e, o pior, ele sabe mais de filmes de terror que você. E assim começa a obra prima de Wes Craven, sobre um psicopata atacando pessoas e falando sobre filmes que você já assistiu na sua televisão. Além do mais diferente de Freddy, Jason e Cia., o assassino não é o Sr. imortal e, inclusive, pode ser derrubado, esfaqueado ou jogar um piano sobre ele, afinal é só uma pessoa comum…ou será que não? Pânico é uma das quadrilogias com menos falhas de roteiro e pouca reclamação entre os fãs, no quesito terror. Muitos vão concordar,outros não; bem,seja como for, filmes de terror não tornam as pessoas violentas, pelo menos é oque dizem.



 

02.Da Magia à Sedução (1998)

 

Mas saímos do tema horror/terror, que está batido e chato, e vamos para o mundo mágico e o mais adorado pelas meninas e muitos homens de plantão, eu incluso. Que tal trazer seu amado em três dias…ou melhor: que tal trazer o seu amado homicida, sem apelar para o “Cemitério Maldito”? As irmãs Owens te ensinam isso,e inclusive te ajudam a enterrá-lo no jardim quando tudo der errado, afinal, magia não é brinquedo. Mas claro que ela também atrai os charmosos policiais de olhos de cores díspares que você desejou fortemente quando criança. Mas, será que isso foi o desejo de uma bruxa e seu feitiço para atrair o amor, ou coincidência do destino? Bem, seja como for, o policial charmoso está atrás decerto amado homicida desaparecido e também de uma namorada, não é mesmo,Sandra Bullock? Se magia é real ou não, só o filme poderá te confirmar isso. E se você acreditar, afinal, as bruxas aparecem no Halloween, e toda mulher tem um pouco de bruxa. O diretor do filme,GriffinDunne, concorda.


 

01. Contos do Dia das Bruxas (2007)

 

E, para concluir esta matéria, o filme mais obrigatório para o seu Halloween. Se você não o conhece, veja, porque ele é tudo oque um filme de terror/suspense tem que ser, e o melhor: com o Halloween embutido. Sabe oque acontece com pessoas que não respeitam esta data, que destroem abóboras, não dão doce para as crianças, apagam a vela antes de a data acabar? Bem, você é visitado por um garotinho muito legal, e não, não é ele que te causa o mal, pelo menos não sempre, afinal,o dia das bruxas é aquele em que as criaturas da noite estão soltas e o véu entre os mundos está mais fino. São quatro histórias paralelas, que juntas formam um único enredo criado por Michael Dougherty, e todas com desfecho impressionante. Se você acha que Os Outros, Sexto Sentido e mesmo A Chave Mestra acima te surpreendem com o final, imagina ser surpreendido a cada quadro, a cada cena, a cada situação que o personagem na tela está passando. Tudo gira em torno das lendas do Halloween. É impossível explicar em palavras sem soltar qualquer spoiler: você vai ter que conferir. E, quando baterem a sua porta no dia 31, tenha doces por perto; só um aviso.


 

Esse artigo é uma colaboração de Necrokure.