Aê, finalmente meu primeiro post no site, e já que é o meu primeiro post, eu resolvi criar uma nova série já que o site só vive de review e podcast: o Top 10/2.
O que é: simplesmente são dois top 5, porém com um nome mais bonito.
Vamos lá:
Top 5- jogos de navinha revolucionários
Eles criaram códigos, geraram memes, marcaram o nascimento de um gênero e possivelmente retardaram o crash de 1983. Vejam quais são esses jogos:

gradius

5- Gradius (Konami)
Quem não conhece o jogo, seu protagonista e o som do “Option”, que fez a alegria e raiva de muita gente mundo afora mas ele entra na lista por causa de seu cheat code: o Konami Code. Esse código, presente ainda em alguns dos jogos da Konami, se tornou um ícone gamer até para quem não é muito fã de jogos. Se você ainda não jogou o jogo, jogue agora.

air_gallet

4- Air Gallet (Gazelle)
Ele é um shooter vertical que só foi lançado para os árcades japoneses, mas ele está na lista porque ele foi um dos pioneiros dos “manic shooters”, o famoso Bullet Hell (agora representado por Mushihime-sama). Apesar de ter sido lançado apenas no Japão, vale a conferida.
zero_wing
3- Zero Wing (Toaplan)
Ele é um shooter mediano e desconhecido, mas ele entra aqui por causa da história de seu port do Arcade para o Mega Drive que sofreu com uma porca tradução do japonês para o inglês cheia de erros, e nesses erros nasceu a famosa frase memística: “All your base are belong to us”. Só por isso merece ser jogado.

touhou
2- Touhou (ZUN)
Touhou é a série de jogos de Bullet Hell mais famosa do mundo, e ela entra na lista porque é a série de fangames mais influenciadora do mundo: além de ter muitos jogos (inclusive spin-offs de luta), ela criou uma quantidade enorme memes, doujins, mangás, livros, light-novels e até ganhou um anime independente que conta com dubladores profissionais. É ou não é incrível?

space invaders
1- Space Invaders (Taito)
Space Invaders, de um modo geral, salvou os jogos da possível extinção: ele foi a criação do gênero dos shooters; popularizou o conceito de pontuação e de placares; fortificou a indústria dos games; possivelmente retardou o crash de 83 já que obtinha altos lucros com as máquinas de arcade e influenciou um certo alguém pouco conhecido chamado Shigeru Miyamoto a fazer jogos. Então se tem algo a agradecer por estar jogando Super Mario Galaxy agora, agradeça a Space Invaders.

Gostou? Comente. Não gostou? Comente. Quer sugerir? Comente. Até a próxima parte.

Abertura de Zero WingGameplay de Air GalletSpace Invaders