Todo mundo já conhece a história do guerreiro valoros que entra numa torre para chegar até o topo para pegar o tesouro ou a princesa (ou os dois, se ele for muito sortudo). Agora, e se em vez de subir, você tivesse que descer a torre, sendo que cada andar possui três portas, nas quais duas delas te levam a uma morte horrenda? Em Lucky Tower é mais ou menos isso.

O jogo conta a história de um guerreiro, cuja inteligência só pode ser equiparada a uma porta velha, que tem de descer de uma torre, enfrentar os seus vários perigos e encontrar maneiras de resolver as várias situações existentes, para poder ir para o bar ao lado.

Os controles são bem básicos, já que você controla o protagonista com as setas direcionais e as letras A e S para pular e realizar as ações do jogo, fazendo com que você dê mais atenção ao conteúdo cômico do negócio que vai das várias formas como o personagem morre (sendo que uma delas é uma clara referência a Street Fighter II), até as falas do personagem e os objetos obtidos ao longo da aventura que podem ser usados para personalizá-lo como um chapéu de macaco, barba e um rato morto que pode ser usado como porrete. E, se você achar o jogo curto, saiba que existem três finais diferentes (um mais zoado que o outro) e que você precisa jogar o jogo até o fim três vezes para vê-los (ou você pode ver no youtube se você for tão preguiçoso assim).

Enfim, Lucky Tower é um jogo sidescroller que vai te deixar mais interessado em morrer do que em avançar na história somente para saber como você vai morrer.

Notas de 0-5*:

História: 1,5

Apresentação: 2,0

Jogabilidade: 3,0

Nota Final: 3,5

[Clique na imagem para jogar]