StarCraft 2

Vamos a um dos jogos mais esperados dos últimos tempos StarCraft 2. Depois de longos 11 anos de espera, desde o lançamento de StarCarft, a Blizzard finalmente se desculpa com seus fans lançando em Julho de 2010, StarCraft 2 Wings of Liberty, o primeiro episódio da Trilogia que vai ser StarCraft 2, começando pela história dos humanos. StarCraft é um jogo de estratégia em tempo real exclusivamente para computador ( Toma essa Sony e Microsoft). Na época que foi lançado Starcraft, foi aclamado pela crítica e pelo público, com toda a razão e por isso ficamos no hype para o lançamento do segundo jogo da franquia Starcraft. Mas você me pergunta esse hype valeu ou não a pena?

Antes de falarmos do jogo, vamos falar um pouco da História. StarCraft 2: Wings of Liberty se passa quatro anos depois os acontecimentos na última expansão do game chamada de StarCraft: Brood War. Após Brood War, muita coisa aconteceu, a principal, e onde ocorre a trama principal da história dos terranos, é o ato de traição que Arcturus Mengsk fez, que ao fazer isso e encobrir suas atrocidades conseguiu governar os terranos, esse governo é chamado de “A Supremacia”. Ele traiu seus próprios homens de confiança, incluindo o Protagonista que é Jim Raynor, que hoje com a manipulação da mídia é tratado como um “fora da lei” acusado de liderar um grupo de terroristas contra “A Supremacia”. A história é uma exata continuação do primeiro então todos nos já sabemos que Sarah Kerrigan foi transformada em Rainha das Lâminas pelos Zergs, quando ficou presa em um mundo por causa da traição de Mengsk e Jim Raynor nunca vai o perdoar por ter feito isso com o amor da vida dele. Jim Raynor ainda quer se vingar de Mengsk então começa a libertar os povoados que estão sobre influência da Supremacia, sempre tendo um destaque na mídia como um terrorista. De pouco em pouco Jim vai formando sua tripulação para poder reagir contra “A Supremacia”.

Os pontos positivos desse jogo são muitos, mas vamos começar pela jogabilidade, que está igual ao do StarCraft e graças a deus eles acertaram nisso, de não mexer na jogabilidade. Deixaram basicamente as mesmas coisa colocaram elementos novos que fizeram muita diferença e tá lá um ótimo jogo de estratégia que não víamos em muito tempo, por que venhamos e convenhamos o mercado de games para jogos de estratégia está muito fraco ultimamente, tecnologia sobe e esse tipo de jogo cai. Os gráficos estão impressionantes principalmente das Cinematics, como sempre a Blizzard mandando muito bem nas Cinematics de todos seus jogos. Outro ponto positivo é, que o jogo foi feito em varias qualidades então mesmo com um computador ruim StarCraft 2 reduz bastante suas qualidades gráficas para ganhar desempenho.

Não consigo pensar em pontos negativos que valem a pena serem ressaltados aqui, apenas alguns problemas com a reação dos personagens, na parte da nave, nada muito relevante. Em troca vamos falar sobre a polêmica da Dublagem brasileira no StarCraft 2. Realizada pelo estúdio Hebert Richers, um dos melhores do mundo, a voz de Jim Raynor é dublada por Tata guanieri, o dono da voz de muitos personagens famosos, como Jack Bauer e a maioria das vozes de Jack Chan. O que muita gente reclamou e o que, confesso, me fez ficar com um pé atrás foi a dublagem ao pé da letra como “é Hora de ser homem” sim ficou estranho essa é a única frase que incomoda, todas as outras milhares de frases não incomoda, os termos foram adaptados em sua maioria colocando até gírias e termos somente usados no Brasil, então não tem o porque de reclamar de uma única frase. Se você não gosta de dublagem brasileira, ok, agora vir na minha cara e falar que ta mal feita é sacanagem. O produtores da Blizzard se preocuparam em fazer CG’s específicas para o Brasil para o movimentos ficarem com sincronismo total. Isso é uma ótima iniciativa da empresa, chamando muitos brasileiros que não jogam alguns jogos por não ter nenhuma tradução nem dublagem. Tendo essa alternativa para poderem jogar e entenderem a história.

Antes das notas curtam um vídeo do game:

Notas do Jogo:

Jogabilidade: 10

Voltamos ao jogo de estratégia em tempo real de verdadeira qualidade. Achei a jogabilidade praticamente perfeita, pra quem admira um jogo de estrátégia bem feito.

Gráficos: 9.5

Gráficos podem variar de toscos a escrotamente lindos, só depende se sua máquina vai aguentar.

Sons: 10

As músicas do Starcraft, apesar de serem a maioria incidentais, vale a pena ouvir. E um bônus extra pra dublagem brasileira, mesmo se você gostar da original escute dublada também vale a pena

Enredo: 9.5

Bom, mas a história não muda muito. Nada de muito surpreendente.

Fator Replay: 8.0

A história em si não tem muito fator replay somente algumas escolhas que mudam algumas coisas na sua tropa. O replay mesmo está no multiplayer, para jogar muitas vezes com seus amigos.

Total: 9,4

Jogo ótimo, altamente recomendado, se você jogou o StarCraft então é essencial, e compre o original porque está extremamente barato.