No evento pré-Tokyo Game Show da Sony, um dos maiores anúncios foi a revelação do PSVita TV, um produto voltado mais para as famílias e que é tanto um concorrente ao Ouya quanto ao Apple TV, que tira as duas telas e a portabilidade do Vita original em troca da tela da televisão, suporte aos Dualshock 3 e 4 e um preço de 100 dólares. E isso pode ser brilhante, ou matar o portátil de vez.

 PSVita TV 2
Como console, ele possui acesso direto às bibliotecas do PSOne, PSP e do PSVita (com exceção daqueles que exigem coisas como a tela de toque e o giroscópio, entre outros), sem mencionar que ele também terá a função de Remote Play do PS4, permitindo jogar em qualquer TV em que ele estiver instalado. E como media center, ele permite acessar o e-mail, o twitter e o facebook pelo console enquanto também permite ver filmes e séries por serviços de streaming como o Netflix e o Hulu. É como se fosse um cavalo de Tróia da Sony, na qual ela vende um produto para um determinado público, que também acata a outro público. Se um desses públicos compra o console, ambos se beneficiarão, pois as empresas verão que investir nele valerá a pena e tentarão levar os seus serviços para o console. Isso inclui aplicativos para entretenimento (TV, música, streaming etc.) e, é claro, jogos.
O maior problema do Vita é que ele era caro demais pra jogar de menos. O próprio console na época do lançamento era quase o mesmo preço que o PS3 e ainda precisava de cartões de memórias proprietários extremamente caros para funcionar direito. Isso acabou afastando muita gente de comprar o portátil e muitas desenvolvedoras de criar jogos para o console, obrigando a empresa a agir rápido para salvar o portátil, que só não perdia em vendas para o WiiU.PSVita TV_tv_5_1
Recentemente, uma enxurrada de desenvolvedores indies começou a abraçar o Vita, tanto por causa da nova política de boa vizinhança da Sony quanto pela vontade de lançar no maior número de plataformas possível, e começou a lançar jogos para ele, descobrindo que os jogos ficavam melhores no Vita, por causa do cross-buy (compre em uma plataforma, jogue em todas as outras) e pelo estimulo a entrar na Ps Plus. Pouco tempo depois, a Sony anunciou na Gamescom desse ano uma redução no preço do console e dos cartões de memória, que ainda continuam caros e afastam compradores. É por isso que o Vita TV pode ser o que o Vita precise para decolar de vez: um console acessível, com uma biblioteca enorme de jogos e que oferece outras formas de entretenimento pelo preço módico de 100 dólares (150, se você quiser comprar o console com um Dualshock 3 e um cartão de memória de 8gb). Mas também pode ser a última pá de cal para ele, pois a Sony não aguentaria ter de segurar mais um elefante branco principalmente depois do desastre que foi o lançamento do PS3, que passou de um primeiro lugar folgado até um sofrido segundo lugar conquistado somente ao fim da geração.PSVita TV
Com data marcada para 15 de novembro no Japão, com saídas de Lan, USB e Hdmi com resolução de 1080i, o Vita TV não possui data marcada para sair no ocidente, porém, ao ver que o console já esgotou na pré-venda das lojas japonesas, é só uma questão de tempo até sair por aqui. Até lá, você pode importar um se tiver coragem.