O primeiro Kick-Ass causou bastante alarde, trazendo uma história realista de super-heróis, isto é, sem poderes e qualquer outra conveniência dos quadrinhos. O sucesso foi tanto que quando a HQ ainda estava sendo publicada, o filme que adaptava ela já estava em produção. Embora tenha causado muito menos impacto, Kick-Ass 2 conseguiu desenvolver um pouco mais a ideia do primeiro. Se na primeira história mostrava que super-heróis na vida real são apenas uns caras fantasiados pedindo para morrer, Kick-Ass 2 retrata que grupos de heróis não passam de gangues. kick ass 2 - 004 A trama se passa pouco depois do final da primeira história. Kick-Ass agora é famoso e toma lições de luta com a Hit-Girl para deixar de ser “bucha”. Não contente em ficar sozinho fazendo as suas rondas, se junta a outros malucos fantasiados que se inspiraram no seu exemplo. Red Mist, o arqui-inimigo do protagonista, resolver fazer o mesmo, juntando um monte de super-vilões e o conflito entre os dois começa. kick ass 2 - 002 As referências à cultura pop e internet continuam presentes na revista, mas a história deu uma decaída, com um roteiro mais previsível, com poucas ideias novas interessantes e ainda tem um final em aberto, para garantir mais dinheiro extraído dessa franquia, que parece que não tem muito mais a oferecer. kick ass 2 - 003 O plot de grupo de super-heróis, que poderia ser o diferencial dessa HQ, é deixado em segundo plano para abordar o protagonista, os problemas pessoas desinteressantes dele e o Red Mist fazendo vilanices genéricas. Até a Hit-Girl está mais desinteressante, já que na maior parte da história, ela é proibida de fazer atos heroicos pelos seus novos pais. A tão criticada arte do John Romita Jr continua presente, mas eu não achei de todo ruim na maior parte da obra, embora ela tenha ficado um pouco inconstante em alguns momentos que eu cheguei a pensar que outro ilustrador menos talentoso tinha pegado a página para desenhar. kick ass 2 - 001 Enfim, Kick-Ass 2 conseguiu ser mais “massa veio” do que o primeiro, se apoiando muito mais na violência e nas cenas de ação, que para alguns podem sustentar o roteiro pouco criativo. Se você procura uma HQ com pura pancadaria, essa aqui é uma boa pedida, mas não espere nada além disso. Você conhece ou curte Kick-Ass? Ouça nossos dois podcasts sobre a primeira HQ e filme(clique nas imagens): [LagCast] Connection 018 – Kick-Ass (Parte 01) Podcast Lagcast Kick-Ass Quadrinho [LagCast] Connection 018 – Kick-Ass (Parte 02) Podcast Lagcast Kick-Ass 2 filme