Durante algum tempo, ninguém conseguia entender a decisão da Square-Enix de não lançar Final Fantasy Type 0 no ocidente, saindo apenas para o PSP, embora tenha sido um jogo que de dão bem sucedido, rendeu ao diretor o comando do aguardadíssimo Final Fantasy XV, fazendo que um mísero jogo de portátil virasse referência para outros RPGs japoneses. “Mas o que diabos de tão revolucionário foi feito nesse jogo?” foi o que muitos se perguntaram, até fãs resolverem traduzir o jogo e a própria Square-Enix criou vergonha e lançou oficialmente o game para Playstation 4.

Final-Fantasy-Type-0-HD-001

Final Fantasy Type 0, se comparado com outros RPGs de ação, não aparenta ser essa revolução toda, mas faz muito bem em emprestar mecânicas que já deram certo em outros títulos da própria empresa e refiná-las de tal forma que nem parece um jogo experimental para portátil, ainda mais porque conta com trilha orquestrada, 15 personagens jogáveis, diversas quests e um monte de outros conteúdos.

O enredo é um pouco confuso pois nem tudo é explicado nas cutscenes, sendo necessário ler as diversas informações em texto dentro do próprio jogo, o que é compreensível, já que o universo criado é bastante rico. O império governado pelo general Cid resolve declarar guerra a outros reinos afim de conseguir os cristais que dão poderes as nações e, assim como em várias obras japonesas, a tarefa de deter esses indivíduos mal intencionados fica a cargo de adolescentes com personalidades ultra clichês já vistas em diversos animes, mas que funcionam bem com a trama.

Final-Fantasy-Type-0-HD-002

Esqueça os combates clássicos por turnos que consagraram a série principal, pois em Final Fantasy Type 0 não existe nem uma tentativa de manter algum resquício dessas mecânicas. O jogador tem total controle do personagem para movimentar, atacar e esquivar quando quiser, assim como acontece em Kingdom Hearts, mas com diversos personagens selecionáveis e cada um contando com habilidades diferentes e para forçar o jogador a utilizar todos, a dificuldade é elevada, sendo muito fácil morrer, mas pouco frustrante, pois logo outro personagem toma o lugar sem nenhum carregamento.
Além dos combates físicos, Final Fantasy Type 0 conta com um vasto sistema de magias que são classificadas pelo elemento e comportamento. Uma magia de fogo, por exemplo, pode ser lançada como bola ou se espalhar em uma área, o que adiciona um grau de estratégia em uma ação que poderia ser descerebrada.

Final Fantasy Type 0 é indispensável para qualquer fã de action jrpgs, animes ou até mesmo para aqueles que simplesmente procuram um bom jogo.