Olá galera!

Hoje vou comentar sobre o evento que ocorreu nesse último final de semana (06 e 07 de Outubro) aqui em Curitiba, o Shinobi Spirit 2012 – 2ª edição. O evento ocorreu em outro local, o Espaço Torres.

Bom, o que comentar sobre esse shinobi? O que posso dizer é que foi um sucesso devido a quantidade de público que o evento atraiu, a respeito do local a princípio me pareceu não ter sido tão boa ideia a forma em que ele foi utilizado, isso porque no sábado (1º dia do evento) a parte da entrada estava super lotada, sendo que havia várias estandes dispostas nesta entrada o que atrapalhava mais ainda a circulação de pessoas no local, além disso, ainda havia la uma escada de acesso ao piso superior onde se encontrava uma sala no qual foram dispostos duas estandes, o pessoal do RPG e dos games (esta área estava bem fresca comparada a parte de baixo), e também tinha uma porta para acesso da parte superior do teatro que foi usado para algumas atrações e também o Concurso Cosplay. De modo geral, o que eu tenho a dizer é que eu acho que o evento errou na forma como se deu a logística de sábado, pois teve muita lotação e problemas com a circulação de pessoas, mas isso foi um problema que eles conseguiram consertar no domingo.

Como comentado com o um amigo, esse Shinobi lembrou muito o Hana Matsuri 2009 que ocorreu na FIEP (que por sinal era próximo ao local) devido ao extremo ambiente abafado causado pela enorme quantidade de pessoas, mas assim como comentei anteriormente esse problema foi um pouco melhorado pela forma de disposição das áreas de acesso no domingo.

Com relação ao espaço do local ele tinha um grande salão no qual foram dispostos algumas lojas, uma área para o SwordPlay, uma área de venda de comidas e bebidas, o câmbio para poder comprar comida e bebida, e a área disponibilizada para o palco; nesse salão se encontrava tambem uma porta de acesso para o lado de fora onde havia uma outra extensão em que havia uma área para games do tipo fliperama, Pump It, e uma arena de luta de cotonetes (que no momento não me vem a cabeça outro nome a não ser essa descrição). Devo ressaltar que o teatro (auditório) era  bem grande e que havia muitos lugares para sentar, não sei bem qual era a capacidade do local, mas posso dizer que ao menos no domingo estava super lotada, chegando a dificultar um pouco a passagem das pessoas que estavam tendo que sair ou que queriam entrar no local, afinal tinha muita gente sentada no corredor, não que isso seja um problema, mas sim uma demonstração do quão o evento foi lotado!

Com relação as apresentações, na maioria foram apresentações de danças de grupos covers de K-bands, como o BRisk, Unlock, K-ONection, e outros (como não consegui acompanhar todas as apresentações, não sei quem mais se  apresentou e tals, desculpe se esqueci de algum grupo).  Além disso, também como parte de apresentações teve a participação do dublador Hermes Barolli (para quem não sabe ele foi dublador de vários tokusatsus desde sua infância, assim como fez a voz de vários animes sendo que o seu trabalho mais conhecido é o do personagem Seiya de Cavaleiros do Zodiaco) que encantou o público com a sua simpatia no palco principal de sábado.

Hermes Barolli

Aproveitando que toquei no assunto K-pop, uma coisa que de certa forma me intriga, mas que não é de um todo ruim: “Gangnam Style”, a febre da internet e música de maior sucesso do cantor sul-coreano Psy, que muitos amam, sei que muita gente gosta, até mesmo eu adoro muito a música, acho que foi legal que no evento tenha sido tocado, isso divertiu muita gente até porque gerou inúmeras cenas engraçadas por parte de quem estava dançando, afinal nas diversas vezes em ambos os dias que foi tocado (ao meu ver um pouco exagerado) foi liberado para o público dançar em ambos os palcos (no principal e no do teatro), sendo que teve até um concurso pra quem dançou melhor a música completa, em que a pessoa vencedora ganhou uma camiseta do evento.

A parte da alimentação e das bebidas ficou por conta exclusiva do local. Concordo que as mochilas tem que ser revistadas para evitar problemas durante o evento, mas tirar garrafinhas de água do pessoal para eles comprarem no evento foi uma situação bem complicada. Até entendo que não podia entrar com líquidos no evento, mas quem tinha garrafinhas compradas (daquelas que você paga pela garrafa) e ela fica confiscada sem ter a certeza de que ela irá voltar para você ficou uma situação meio chata.

Além disso, no sábado ainda teve o Concurso Cosplay na categoria individual, sendo que o domingo novamente teve também a o desfile de outros cosplayers, além das apresentações individuais e em grupo. Dentre as apresentações devo dar um grande destaque a uma apresentação do grupo de Cosplay do Mortal Kombat, em que encenação foi de uma luta com direito até a barras de vida, estou dando destaque a essa apresentação pelo fato quase todos no teatro, em que estava tendo atrações,  aplaudirem de pé, feito que não é para muitos! Se fosse uma escolha do público quem seria o vencedor do Concurso, eu diria que com certeza esse grupo teria ganho, infelizmente acabei não conseguindo me informar a respeito das colocações dos Cosplayers. Shinobi Spirit é um dos poucos eventos, se é que posso dizer que é o único, focado no público otaku e por isso atrai muitos jovens, o que também acaba chamando muita atenção de cosplayers uma grande prova disso foi pela grande quantidade de inscritos no concurso, que chegaram a passar de 100 inscritos, fora aqueles que não se quiseram participar, ainda assim é um número bem significante.

Quanto a disposição do local no domingo, vou comentar sobre as alterações sobre as quais o evento teve durante esse outro dia, bem, como havia citado ocorrerão melhorias quanto a logistica do local, afinal como eu havia dito o local onde se encontrava a entrada estava atrapalhando a circulação e quanto a própria entrada de pessoas, o que foi muito melhorado com a mudança da porta, e assim possibilitando a abertura de outra porta do hall onde estava localizado as estandes e a escadaria, fazendo assim com que no decorrer do evento tivesse mais fluxo de pessoas, a respeito do local estar abafado sempre será um problema visto que são muitas pessoas que vão, em termos de tamanho não sei dizer se o Moinho é maior ou não, mas uma coisa que devo destacar do Espaço Torres como vantagem em relação ao antigo local é que nele muitas das atrações conseguiram ser bem melhor distribuídas.

Um destaque que devo dar a organização foi um guarda-volumes que sempre é bom ter, afinal não são todos os cosplayers que dispõe de um carro ou de um amigo que carregue suas coisas o tempo todo ou um lugar para guardá-las durante o decorrer do evento.

Its Just a Plan

Em ambos os dias tiveram shows, sendo que no sábado, a banda que tocou foi a Midnight Projekt e no domingo o show ficou por conta da banda Its Just a Plan, ambas tocando muito bem e agitando o pessoal, muito embora um possivel problema desses shows é que muitas vezes o público acaba se empolgando demais a ponto de fazer rodinhas punk e moshs, mas isso é normal, apesar de que não faria nenhum mal se eles o fizessem de forma a não atrapalhar ninguém e é claro sem machucar alguém que não está envolvido nisso. Além disso, em ambos os dias teve também muito matsuri dance e também o concurso animekê, outra atração foi os quizz que ocorreram, um de anime e outro de música, outro diferencial foi até um leilão de encontros que teve no domingo, sem contar as palestras sobre cosplay.

Ocorreram alguns problemas quanto ao som, para quem estava no teatro na parte superior muitas vezes não cosneguia entender o que era dito no microfone, mas isso já não era bem um problema da organização do evento, e sim mais do local, mas nada demais a ponto de atrapalhar muito o evento. Problemas no som sempre ocorrem e em todos os eventos, que chega a ser algo normal.

O evento está de parabéns de modo geral, a organização fez um ótimo trabalho, e como sempre, pelo que percebi durante o evento, os organizadores e staffs estavam numa correria. Espero que o evento melhore cada vez mais, e para caso ainda continue o evento a ocorrer no Espaço Torres, talvez tornar o palco principal o que há no teatro seria mais confortável para quem quisesse ver, por exemplo, o dublador; outra sugestão seria buscar uma maneira de melhorar o clima do local que devido ao excesso de pessoas estava bem abafado, de repente procurar soluções para deixar o local mais arejado.

Nossa, este post ficou grande dessa vez! Bom, este foi o Eu Fui, espero que tenham gostado e até a próxima pessoal. o/