Chiptune também chamado por chipmusic é um estilo musical bem diferenciado. Trata-se de música sintetizada em tempo real por computador ou console de vídeo game que produzem os mesmos sons dos jogos antigos em especial de 8-bits e/ou samples e emulações dos timbres característicos dos consoles e computadores 8-bit (o que gera uma denominação técnica errada), afinal é música COM e não DE videogames.
Se você ainda não captou a idéia, vamos mais fundo: você deve ter vivido a era dos mini games. Do Mário, do som de Tetris, do som de Pacman.
A “era de ouro” dos chiptunes foi exatamente essa, em meados dos anos 80 até o início dos anos 90, quando estes sons característicos eram os únicos disponíveis para a criação de música em computadores.
Com uma limitação gigante para compor músicas, artistas tiveram que se virar.

Hoje em dia, o instrumento mais usado para fazer essa música é o portátil Game Boy. Mesmo com seus quatro canais, poucas opções de modulação, ruídos e restrições técnicas ele se tornou um “ícone” da Chip Music.
Vendido na forma de imagem ROM por 2 dólares no www.littlesounddj.com, o LSDJ é um dos trackers para Game Boy mais utilizados até agora. Ele pode ser usado tanto em cartuchos regraváveis como emulado.

Outro instrumento que faz parte dessa loucura é o Commodore 64. Lançado em 1982, o C64 tem 64 KB de memória RAM e três canais de áudio, mas, mesmo assim, seu chip de som consegue alcançar frequências muito maiores que o Game Boy. Amiga e Atari também são usados, só que em menor frequência. Já os consoles modernos não fazem mais uso do chip de som, eles emulam.

Isso tudo porque antigamente os compositores possuíam grande flexibilidade em criar seus próprios “instrumentos”, mas recentemente os sons sintetizados por computador tinham somente geradores de tons e geradores de ruído, isto também impunha limitações na complexidade das músicas; os chiptunes algumas vezes parecem ásperos, estranhos, repetitivos e característicos de vídeo game para os desacostumados.

Existem hoje Trackers que tentam emular os computadores antigos, como é o caso do Famitracker ttp://famitracker.shoodot.net/ que ajudam na tarefa de retroceder no tempo.

Hoje temos, muitos compositores, e até mesmo bandas, que utilizam e classificam o “Chiptune” como principal estilo musical. As características deste gênero também são amplamente utilizadas como pequenos complementos sonoros em músicas pop ou até em músicas eletrônicas de rave, como techno, trance, entre outros sub-gêneros, como por exemplo:

Clássicas
Englobam canções criados por chips, feitos para computadores como o Commodore 64 e para videogames antigos 8 bits, como por exemplo, o Atari 2600, NES e Game Boy. Algumas dessas músicas ficaram eternizadas, como a canção tema do Super Mario Bros.

Neo clássica:
Nada mais são que as músicas criadas agora, imitando as clássicas. É emulado através de sintetizadores, sejam eles analógicos ou virtuais, e através de programas trackers.

Electro/Electropop
O pop misturado com o chiptune. Os efeitos característicos do chiptune são misturados com batidas de techno, guitarras, vozes, entre muitas outras combinações. Muito usado por grupos eletrônicos, bandas de indie rock, cantores pop, etc. Muitas vezes chamada de Bit-pop e sucesso no Japão conhecidas como Pico-pop.

Nintendocore
Uma vertente do chiptune que busca um ritmo e uma desenvoltura extremamente rápida e intensa, misturado com os instrumentos e a voz do metalcore ou do hardcore punk. O nome “Nintendocore” foi inventado inicialmente como uma piada à empresa Nintendo, conhecida por seus videogames 8 bits, mas aos poucos acabou sendo oficialmente adotado como nome do estilo.
Nintendistas de plantão adoraram.

Gamewave
Inspirados na geração new wave, este é um movimento que tinha a intenção de criar músicas de vídeo games originais, usando diversas experimentações amigáveis com outros tipos de música eletrônica.

Selo Próprio e o Brasil

Para entender melhor essa onda, nada melhor do que conhecermos os responsáveis pelo primeiro e único selo brasileiro de Chip Music, o www.chippanze.org.
Chippanze é o primeiro selo/coletivo de chipmusic do Brasil, formado pelos seguintes artistas:

Droid-On – Pulselooper – Subway Sonicbeat – Ghouls ´n Eggs – Escaphandro

É um lugar para encontrar downloads gratuítos de EP’s, singles e full-lenghts de música eletrônica feitas por aparelhos de entretenimento eletrônico. E também notícias, imagens, vídeos e discussões relacionadas a música, videogames e o que mais der na telha. Tudo sob a supervisão do nosso Chimpanzé Eletrônico.

Outro site legal é o http://pixelmusic.org/ que conta com fórum, comunidade no orkut e tutoriais.

E pra finalizar, algumas pérolas em Chiptune

Compilação de músicas Chiptune

Scatman Chiptune

Still Alive

Tetris no Famitracker

Lenged of Zelda

Soad – Toxicity

Alumina – Death Note

Se você curtiu, tem dúvidas, curiosidade ou quer participar e desenvolve chiptune, deixe um comentário.
Por Gisa que se apaixonou por Chiptune e vira noites no Famitracker e com certeza em breve, estará colocando as suas por aqui. ;D