Estava pensando comigo que durante o tempo que passei no Japão, sempre tive curiosidade de frequentar barzinhos (Izakayas), porém não tinha muitos amigos e alguns japoneses são deveras preconceituosos, principalmente com estrangeiros, e me senti bem acuado a tentar entrar.

Voltei para o Brasil e continuei o meu costume de tentar assistir algo diferente e encontrei Wakako-zake, uma série sobre culinária sem fan service e com um jeitinho daqueles programas de culinária no qual uma pessoa vai para lugares diferentes no intuito de experimentar comidas tradicionais do local em no máximo três minutos de animação.

Wakako-zake

Wakako-zake

Bem, a premissa é essa: Wakako é uma “office lady” de 26 anos, que tem como hobby tentar encontrar o seu lugar em izakayas e restaurantes mais tradicionais para relaxar após um dia de trabalho extenso, sempre acompanhada por alguma bebida (de preferência alcoólica) e algum tipo de comida que acompanhe a bebida e o local em que ela está.

Então, o que de interessante uma história tão cotidiana e de menos de 10 minutos (sendo que o anime possuí uma abertura)? O primeiro ponto é como a protagonista é detalhista com o que está comendo e as sensações criadas pela comida chegando ao ponto de detalhar até como que comida desce. Segundo ponto, a animação mostra diferentes tipos de comidas de “boteco” com um visual bem apetitoso (o episódio do Karague, que é um empanado de frango, é incrível mesmo sendo uma das comidas mais normais do Japão sendo facilmente encontrada até nas redes de fast-food japonesas), sendo mostrado até o preço e algumas curiosidades com relação à comida e costumes locais.

Wakako-zake tem um anime com 12 episódios, 5 volumes de mangá e um dorama não tão bom pois, em minha opinião duvidosa, ao colocar temas que não fazem parte da premissa da série (como o romance e a tentativa de transformar a Wakako em uma himo ona (uma mulher que em casa é relaxada e solitária por opção) acabaram optando por levar a série por um caminho mais fácil.

Informações
Título: Wakako-Zake
Autor: Chie Shinkyu
Capítulos: 12
Estúdio: Office DCI
Abertura: “Shiawase no Kaerimichi” (幸せの帰り路; The Happy Way Home) by Yūka Ueno