Responda-me rápido: o que ursinhos de goma e lutadores de lucha libre têm a ver? Primeiramente você vai dizer nada, mas eu posso afirmar que existe sim uma conexão entre eles, e essa conexão chama-se Burrito Bison.
O jogo conta a história da fuga do luchador Burrito Bison de um mundo de ursinhos de goma que o fez refém para servir aos propósitos de entretenimento do povo. E para isso ele passará por cima de todo e qualquer ursinho que se meta no caminho dele.
Um dos aspectos mais legais do jogo é a importância que o jogo dá para a questão do gerenciamento (até mesmo em relação a outros jogos de gênero), porque não é só comprando upgrades, seja para melhorar o personagem ou para aumentar a variedade de ursinhos, que se ganha o jogo. É necessário também saber a hora certa de usar os poderes para obter a velocidade necessária para quebrar as portas que separam uma área da outra. E isso vai te custar muito tempo repetindo a fase para obter os upgrades necessários se quiser terminar o jogo, o que pode acabar deixando a jogatina um pouco tediosa, que pode ser relevada pela música épica que fica tocando de fundo.
Burrito Bison é um jogo muito bom para quem gosta do gênero de “percorrer determinada distância no menor tempo possível” ou para quem simplesmente tem algo contra ursinhos de goma e que tem tempo livre para extravasar essa raiva.
O jogo pode ser jogado tanto na página original na Juicy Beast Studios quanto no site do Kongregate, que tem acesso a troféus (quem não gosta de troféus, afinal?).

Notas de 0-5*:
História: 2,5
Apresentação: 3
Jogabilidade: 4,5
Nota Final: 4

[Clique na imagem para jogar]