Estou constantemente em busca de um seriado novo ou, principalmente, diferente. Como viciado assumido que sou, adoro fazer maratonas. Sabe quando você assiste “diretão” umas três temporadas? Então, foi isso que fiz com “Six Feet Under”.

Claro, ela já é um pouco “antiguinha”, mas, e daí? Acho uma maravilha pegar uma série que já tenha várias temporadas produzidas… Ao menos sei que não será cancelada antes de chegar à segunda…

 

A série

Enfim, vamos lá! Six Feet Under é uma produção estadunidense, super premiada, da HBO, lançada em 2001.

Em suas 5 temporadas, acompanhamos os Fisher, uma família disfuncional, que dirige uma casa funerária independente em Los Angeles. A série aborda, em uma mistura de drama e comédia, temas como conflitos familiares, homossexualidade e o desafio de manter um negócio independente em concorrência com uma grande corporação.

 

Six-Feet-Under-TV-series-wallpaper

Uma família constantemente cercada pela morte, agora precisará lidar com o problema mais de perto. Após o falecimento de Nathaniel Fisher, patriarca, o negócio da família passa para os filhos. David abrirá mão de sonhos no intento de agradar ao pai e cuidar do empreendimento familiar, ao passo que Nate havia saído de casa em sua primeira oportunidade, indo tentar a vida em Seattle. Agora dois irmãos com visões de mundo bastante distintas terão que trabalhar juntos.

 six-feet-under-six-feet-under-111578_600_450

Os conflitos e desafios acabam revelando lados desconhecidos de cada personagem, incluindo Nathaniel, o pai, que, aparantemente, mantinha partes de sua vida em segredo, e sua esposa, Ruth Fisher, uma dona de casa infeliz e insatisfeita com sua vida. Além dos filhos mais velhos, temos Claire, a filha adolescente e um pouco desajustada. E, sem contar com a família, existem outros personagens, como: Brenda, namorada nada convencional de Nate; Rico, o único empregado e quase parte da família; Keith, o parceiro de David, entre outros recorrentes.

Opening

Eu queria ter encontrado a promo da season 01, porém, não foi possivel. A abertura de Six Feet Under pode ser comparada às melhores. Muito boa.

Bom, agora que você já viu a abertura, assista também a promo da season 02.

 

O que me chamou a atenção?

Há algum tempo atrás, quando ouvi falar pela primeira vez, achei o nome interessante. Depois vi o poster e, na hora, coloquei Six Feet Under na minha lista.

Season 01

Outro elemento importante é o fato de termos Michael C. Hall, o ator que, atualmente,  faz Dexter, outra série que curto pra caramba. Aqui ele faz o papel de David Fisher que, além dos problemas com a família e no trabalho, precisará aprender a lidar e aceitar-se com relação à sua homossexualidade.

Six_Feet_Under_TV_Series-988547111-large

E, claro, é uma produção da HBO e tem um rating de 8,7 no IMDb.

 

Six Feet Under e outras séries.

Assim como na série “Pushing Daisies”, praticamente cada episódio se inicia com uma morte. Normalmente um tanto cômica. A partir daí se desenvolve a história. Outro ponto que as duas séries possuem em comum são os “mini musicais”. Em certas ocasiões, os personagens, absolutamente “do nada”, começam a fazer um número musical, mas, claro, a apresentação, na verdade, acontece apenas na mente de cada um.

 pushing_daisies

No estilo cômico, Six Feet Under também me lembra um pouco “Dead Like Me”. Ambas as séries, assim como Pushing Daisies, abordam o tema “morte” com uma pegada muito boa de humor negro.

 dead-like-me-image-31000

Outro ponto interessante, não que seja bom ou ruim, é que, como em “Dexter”, nesta série, Michael C. Hall também meio que vê e conversa com o pai falecido… Claro, não é só ele, outros personagens têm diálogos com Nathaniel.

 

Claro, eu poderia achar mais um milhão de séries para compararmos, mas, melhor deixar que você encontre suas próprias referências. Ainda estou finalizando a terceira temporada, e esse é meu ponto de vista do que pude perceber até então!

Six-Feet-Under

Ruth, Claire, David, Keith, Nate, Brenda, Rico e George, que surge na 3ª temporada.

 

Esse artigo é uma colaboração de Karlo Tavares.

There are no comments

Entre na conversa, deixe sua opinião

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *