Acredito que quem gosta de jogos indies, já deve ter ouvido falar do jogo de iOS e Android Knights of Pen & Paper, lançado em 2012, pela desenvolvedora brasiliense Behold Studios.

Se você ainda não conhece esse jogo, deve estar se perguntando por que os cavaleiros são feitos de papel e caneta, certo?! A ideia do jogo é simular uma mesa de RPG tradicional, onde temos o mestre com seu escudo, os jogadores e rolagens de dados. Tudo isso no melhor estilo da pixel-art.

screen knights of pen and paper

Como título de maior sucesso da Behold, já era de se esperar que eles ampliassem a plataforma do jogo, o que nos traz a versão “+1 Edition”, disponível para PC e MAC, lançada em junho de 2013.

A mecânica do jogo não é complicada. Você começa com o mestre a espera dos jogadores. Inicialmente, você pode montar seus jogadores-personagens escolhendo o tipo de jogador: que pode ser o nerd, o motoboy, a Prof. Helena, entre outros; e com que tipo de personagem ele(a) vai participar da aventura: paladino, guerreiro, druida, ladrão, etc.

Ao começar as missões de matar monstros, recuperar maçãs perdidas, resgatar o vovô de alguém da Vila Qualquer, você vai ganhando pontos de experiência que poderá investir em habilidades da sua “ficha”, dinheiro (que ajuda a comprar mais jogadores para sua mesa, itens decorativos que podem render bônus permanentes ou temporários para todos, etc.), bem como itens que vão para o inventário de todos e que podem dar bônus ou serem vendidos posteriormente.

Te soa familiar?

Em entrevista para o site Kotaku, os caras da Behold comentaram um pouco  sobre como foi o processo de criação do jogo. Como minha descrição acima já indicou, eles quiseram passar a experiência de um jogo de mesa para uma mídia digital, em que o jogador pudesse gerenciar a mesa, criando missões paralelas, escolhendo nível e quantidade de monstros, equipando itens que podem dar vantagens para o grupo, ao mesmo tempo em que poderia participar das ações que vão se sucedendo por meio dos jogadores por ele criado, como em uma mesa de RPG de verdade, sem apenas assistir tudo acontecer diante dos seus olhos.

Os desenvolvedores. Estão de parabéns!

Os desenvolvedores. Estão de parabéns!

Se você, como eu, anda afastado dos RPGs de mesa, e está com saudades daqueles dias bons, divertidos e em companhia do seu grupo, certamente Knights of Pen & Paper foi feito para você.

Não digo isso só por causa do apelo nostálgico, mas por se tratar de um jogo bem feito, com boa trilha sonora em 8-bits e cheio de referências da cultura pop (um dos mestres que você pode “comprar” é o Mestre Yoda, o outro é o Dr. Emmett Brown!).

A simplicidade do jogo é cativante. Digo isso porque depois que instalei pela Steam só para ver como era, passei três horas seguidas jogando freneticamente em busca de mais ouro (e xp)!

Mas, não posso deixar de falar de uma coisa que me incomodou um pouco. O jogo oferece suporte para o idioma português e foi o que eu escolhi. Ao longo dos diálogos, mais de uma vez me deparava com uma fala em inglês. Não só isso, mas conversando com Ulisses, que foi quem me apresentou ao jogo, ele me disse que algumas frases apresentam erros. Isso não afetou minha opinião sobre o jogo, mas como é um lançamento recente, pode ser que essas falhas tenham passado desapercebidas.

Apesar desse pequeno problema, Knights of Pen & Paper +1 Edition é um jogo para a todos dominar agradar!

5 pontos de XP e 3 moedas para quem achar a referência dessa screenshot!

5 pontos de XP e 3 moedas para quem achar a referência dessa screenshot!

 

Gostou do jogo? Na Steam ele está custando R$ 16,99. Mas no Indie Gala desse mês de outubro, este e outros jogos estão disponíveis para compra por cerca de U$ 6,00 (corre porque só vai durar pelos próximos 10 dias).