Cartografia, a arte de traçar mapas, começou com os gregos que, no século VI a.C., devido as expedições militares e de navegação, e juntamente com os Romanos e Mesopotâmia criaram o principal centro de conhecimento geográfico do mundo ocidental.  Nós não percebemos, mas utilizamos as informações e conhecimentos produzidos pela cartografia no cotidiano. Ao consultarmos um guia de mapas de ruas, nas aulas de geografia da escola, no aparelho de GPS (Global Positioning System) do automóvel e em outras situações, estamos em contato com esta ciência que atua, principalmente, na elaboração e interpretação de mapas. Portanto, une conhecimentos científicos, técnicos e artísticos. Pois traçar mapas é mais nerd do que se possa imaginar.  Confira!

Um pouco da História

Os cartógrafos da época antiga não tinham muitos recursos para produzirem mapas com precisão. sendo os mapas antigos repletos de imperfeições, principalmente, no que se refere à proporcionalidade. (Alguém se lembra sobre a eterna discussão da terra ser redonda, oval ou até quadrada?) Mesmo assim, serviam de referência para viajantes e comerciantes da época, que necessitavam muito destas informações para planejarem suas viagens. Vale lembrar que dai saem a maioria das inspirações para fazer mapas medievais de jogos e livros.
Na época das Grandes Navegações e Descobrimentos Marítimos (séculos XV e XVI), os cartógrafos foram extremamente importantes até mesmo para a tripulação pirata. Cada expedição levava um especialista em mapas, pois era importante que as embarcações não se perdessem nos vastos oceanos. Considerado inclusive como os rangers dos mares. Foi no século XVI que os primeiros mapas do continente americano e também do Brasil foram elaborados.

O mapa mais antigo que sem tem notícia é de origem babilônica. Trata-se de um tablete de argila cozido e que contém a representação de duas cadeias de montanhas e, no centro delas, um rio, provavelmente o Eufrates. Não se sabe, ao certo, a sua idade. Calculam os entendidos entre 2400 e 2200 anos antes da era cristã, havendo quem assegure que se origina de 3800 anos. (Oliveira, C., 1993a)



A cartografia hoje

A confecção de um mapa normalmente começa a partir da redução da superfície da Terra em seu tamanho. Em mapas que figuram a Terra por inteiro em pequena escala, o globo se apresenta como a única maneira de representação exata. A transformação de uma superfície esférica em uma superfície plana, recebe a denominação de projeção cartográfica.

Hoje, a cartografia é feita por meios modernos, como as fotografias aéreas (realizadas por aviões) e o sensoriamento remoto por satélite. Além disso, com os recursos dos computadores, os geógrafos podem obter maior precisão nos cálculos, criando mapas que chegam a ter precisão de até 1 metro. As fotografias aéreas são feitas de maneira que, sobrepondo-se duas imagens do mesmo lugar, obtém-se a impressão de uma só imagem em relevo. Assim, representam-se os detalhes da superfície do solo. Depois, o topógrafo completa o trabalho sobre o terreno, revelando os detalhes pouco visíveis nas fotografias.

Os mapas cartográficos auxiliam na agricultura, previsão do tempo, construção de rodovias, aviação, planejamento ambiental e em vários sistemas de orientação que usamos no dia-a-dia. Esta ciência também é muito importante para o estudo de diversas áreas da Geografia. Com a tecnologia expandindo, até mesmo o google entrou com seus produtos que hoje são um sucesso (google maps e google earth)

Curiosidade

Dia 06 de Maio é dia do Cartógrafo, profissão que hoje é requerida até mesmo na cultura pop.

Mapas e a Cultura Pop?

Ok, mas o que e onde estão os mapas na cultura pop (ou Nerd)?
Se você é fã de Senhor dos Anéis ou curte literatura já deve ter visto os mapas da terra média feito por J. R. Tolkien. Hoje os mapas fazem parte da literatura e inclusive muitos autores procuram a ajuda de um cartógrafo ou exercitam sua paixão por mapas, criando o seu mundo. Nos cinemas, também temos os mapas sci fi de Star Trek com toda a confederação e em séries já adaptados os mapas de Game of Thrones até mesmo em sua abertura. Em games, eles fazem parte tão fortemente que um bom concept requer um cartógrafo para elaboração mais realista dos mapas. Em RPG essa arte vem desde as adaptações medievais em D&D e quem quer criar seu próprio jogo, não deixa de fazer um bom estudo sobre o assunto.  Confira aqui algumas dessas maravilhas.

Vídeos
http://www.youtube.com/watch?v=s7L2PVdrb_8

Galeria de Mapas

Mapa Épico

Links que valem a pena.

http://www.vgmaps.com/ – O Vgmaps reune um banco de mapas de games diversos divididos por plataforma. Muito interessante para quem é colecionador e também estudante de game design.

Passagem Secreta – Esse blog fez um artigo muito legal sobre mapas de jogos em vídeos.

MapsinLiterature.it – Pra quem entende Italiano a pedida é o maps in literature. Dividido por categoria, autor e outros, ele tem um banco de imagem de maps de livros literários. Muito legal.

RpgMapShare – Mapas são parte de um rpg. Aqui jogadores de todo o mundo compartilham seus mapas e idéias.

Cartographers Guild – simplesmente o melhor forum de cartografia que já conheci. Além de uma infinidade de tutoriais e ferramentas, também rola uma boa conversa (em inglês) mas muito divertido e é nosso link estrela de hoje.

Esse artigo é dedicado ao @haita um amante de mapas como eu, e a todos os mestres de rpg e escritores de plantão. Se você curte mapas, se quer deixar sua opinião sobre um mapa bonito ou claro trocar dicas, ficaremos felizes em receber o seu comentário. E se você não curte, por que não dar sua opinião e nos dizer por que?

Até a próxima.